NOTA DE REPÚDIO

Back to Blog

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Empregados no Comércio Hoteleiro e Similares de Aparecida e Região (SECHSAR), por meio de sua Diretoria Sindical, vem por meio deste, informar a todos os seus associados e membros da categoria representada, que devido os últimos acontecimentos em meio a uma crise instalada contra um inimigo invisível, e que pensando principalmente na saúde do trabalhador, que precisa se proteger do COVID-19, Coronavírus, que se propaga muito rapidamente e contaminará grande parte da população, que quando possível FIQUEM EM CASA, se protejam e deixem nosso caloroso abraço e aperto de mãos, quando estivermos totalmente livres desse vírus.

Esclarecemos a todos que as empresas do setor estão recebendo ordens restritivas de funcionamento e em busca de uma solução racional e de responsabilidade social, estamos tentando negociar com os Sindicatos Patronais ou diretamente com as empresas, uma alternativa para que ninguém fique sem remuneração dentro deste período.

Soluções como o pagamento do salário e cesta básica, referente ao mês de março, a antecipação das férias individuais ou coletivas, com o pagamento parcelado, entre outras medidas como Banco de Horas, antecipação das compensações de feriados e da folga Dominical, tentando de todas as formas garantir empregos e remunerações a todos.

REPUDIAMOS a MP 927 do Governo Bolsonaro, que prejudica sem qualquer piedade o trabalhador brasileiro e junto REPUDIAMOS todos os empresários que se aproveitam desta crise e desta doença, para explorar o trabalhador, reduzindo salários e promovendo reajustamento de preços de alimentos básicos.

O Sindicato sempre buscará defender os interesses dos trabalhadores, infelizmente nem sempre conseguimos alcançar nossos reais objetivos, mas nunca na história desse sindicato e desta Diretoria, será admitido o retrocesso das conquistas sem muita LUTA e no caso de redução salarial, jamais será concedido por meio de acordo, se os trabalhadores sofrerem este tipo de prejuízo, é exclusivamente responsabilidade de empresários e do Governo.

social position advance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Blog